Arredores de Viseu

Este fim-de-semana que passou foi passado pelas belas terras de Viriato. Como vocês sabem (ou não), é uma zona que me é muito querida mas, ainda assim, há muito que me é desconhecido.
Assim, como destino de domingo à tarde, rumámos em direcção a norte (de Viseu). Primeira paragem em Vila Nova de Paiva, vila calma situada nas margens do rio Paiva (como seria de esperar...). A zona à beira-rio é bonita e agradável, e a vila muito pequenina, com as suas ruas empedradas.
Depois, seguimos em direcção a Tarouca. A paisagem é tipicamente beirã, o que me enche o coração. Mesmo antes de chegar a Tarouca, virámos à direita, para onde uma placa indica "Ucanha". Lugar onde existe uma torre e uma ponte medievais, que remontam ao século XII, segundo se especula. Para lá chegar, é preciso descer até ao rio, Varosa de seu nome, de águas límpidas. E lá chegados, o ambiente é digno de ser apreciado, com calma. Nunca imaginei que houvesse um lugar assim, perdido no meio dos montes que rodeiam os sítios por onde cresci. A imaginação consegue levar-nos para tempos antigos, para outras realidades e histórias. Muito bonito, rodeado de sabugueiros em flor, arbustos espampanantes e cheirosos.
Vale realmente uma visita.


Tarouca


Vista geral de Ucanha


Torre medieval de Ucanha


Em Ucanha


Ponte medieval de Ucanha

Fotografias por Rita Barbosa

1 comentário:

Carolina disse...

Chérie,
Fotos muito bonitas e a descrição deixa a vontade de um dia ir lá visitar tudo isso! Bons passeios!
Beijinhos