Stieg Larsson



Recebi este livro pelo Natal, oferta do meu amigo João (como estás?...). Acho que posso dizer que foi a primeira vez que li um policial, se descontarmos aqueles livros da Enid Blyton lidos durante a minha infância/adolescência... E os livros de "Uma Aventura"... Ok, mas isso são livros infanto-juvenis, não conta! Bem, voltando ao assunto (e não dispersando). O João ofereceu-me este livro pelo Natal e eu resolvi pegar nele logo no início do ano. Como já tinha escrito por aqui, a minha veia de leitora andava um pouco adormecida... Mas acordou, e de que maneira, com este livro de Stieg Larsson, o primeiro da trilogia Millenium, que o escritor sueco entregou à sua editora pouco antes de morrer, aos 50 anos, vítima de um enfarte (ou algo desse género).
As persongens principais desta trilogia são Mikael Blomkvist e Lisbeth Salander. Ele é jornalista financeiro e ela uma delinquente juvenil com um talento extraordinário para descobrir tudo o que é possível sobre qualquer pessoa. Neste primeiro capítulo, vão investigar o desaparecimento de Harriet Vanger, sobrinha-neta de um poderoso empresário, Henrik Vanger, que ocorreu há mais de 40 anos.
A história é altamente viciante, a escrita fluida e interessante. Li o livro, de mais de 500 páginas, num ápice. E, logo de seguida, fui procurar o segundo volume da série. Daí se percebe o facto do livro, rapidamente, se ter tornado um best-seller, um pouco por todo o mundo.

1 comentário:

Martocas disse...

Só para te dizer que faço anos no dia 6 de Agosto!!! ;-)