Infinito Particular

Como me parece bem esta fórmula de pôr o vídeo e depois vos "dar" a letra da música, acho que a vou adoptar.
Neste caso, em particular, vale muito a pena porque a letra é muito bonita... E altamente significativa.

Infinito Particular

Eis o melhor e o pior de mim
O meu termômetro, o meu quilate
Vem, cara, me retrate
Não é impossível
Eu não sou difícil de ler
Faça sua parte
Eu sou daqui, eu não sou de Marte
Vem, cara, me repara
Não vê, tá na cara, sou porta bandeira de mim
Só não se perca ao entrar
No meu infinito particular
Em alguns instantes
Sou pequenina e também gigante
Vem, cara, se declara
O mundo é portátil
Pra quem não tem nada a esconder
Olha minha cara
É só mistério, não tem segredo
Vem cá, não tenha medo
A água é potável
Daqui você pode beber
Só não se perca ao entrar
No meu infinito particular

2 comentários:

Carolina disse...

Obrigada pela boa música! Mas na verdade escrevo p/ te perguntar quem é o teu Tontinho da California? Já tens pontinhos vermelhos no mapa fora da Europa, parabéns!

irRita disse...

Pois, priminha, não sei quem seja... Tenho colegas a trabalhar nas Américas, por isso suponho que seja algum deles. Também estou muito contente por saber que o meu blog é visitado "worldwide"!!! :)